Vale a pena ter uma lareira para o inverno? Que modelos existem?

As lareiras estão se tornando cada vez mais populares no Brasil. Em coberturas à venda em Curitiba, esse acessório rústico e elegante é o que mais a gente encontra na decoração.

A lareira consiste basicamente em um espaço revestido de materiais não inflamáveis, como pedras, tijolos e concreto, com uma saída para uma chaminé (nem sempre necessária). Neste espaço, você pode queimar madeira e outros materiais apropriados, produzindo calor para esquentar toda a sua casa.

Vale a pena ter uma lareira para o inverno?

Para amenizar os dias gelados, as maneiras para se esquentar são variadas: vão desde fogões, aquecedores e até splits, itens que figuram entre os equipamentos mais comprados para climatizar apartamentos à venda em Curitiba.

E, diferente do que muita gente possa imaginar, os maiores gastos não são com os aparelhos que consomem energia elétrica, mas sim com os que utilizam gás e lenha. No caso da lareira a gás, o gasto por hora fica a partir de 1 real e 80 centavos.

E, com os constantes aumentos dos últimos anos, o gás pode ficar ainda mais caro nos próximos meses. Em relação à lareira a lenha, o custo também é alto por causa do combustível utilizado. O preço do saco da lenha já ultrapassa 20 reais.

Com base na tarifa da Copel (concessionária que abastece a cidade de Curitiba, no Paraná), utilizando-se um Split de 9 mil BTUs uma hora por dia, durante um mês, o gasto seria de 55 centavos por hora, ou seja, quase 1 real e 30 centavos a menos na comparação com a lareira a gás.

Se, mesmo sabendo que a lareira pode ser mais cara que aparelhos elétricos, você quiser comprar uma, fizemos uma lista com os principais tipos existentes no mercado.

Tipos de lareiras

Tamanho, espaço, preço. Essas coisas não são mais um problema para quem deseja ter uma lareira. Quem já viu as casas à venda em Curitiba sabe como esse acessório fica lindo em qualquer tipo de residência. Se você também quiser ter um lar como aquelas belíssimas casas à venda em Curitiba, conheça agora os diferentes tipos de lareira disponíveis no mercado.

Lareira de alvenaria

Muito encontrada em apartamentos à venda em Curitiba, o modelo mais tradicional é pré-moldado e também é o mais econômico, pois todo o material é previamente medido e calculado para o espaço disponível.

A lenha, que deve ser armazenada em lugar coberto e ventilado, sempre deve ser usada bem seca, pois se ficar molhada faz muita fumaça e não faz brasa. O preço muda conforme o tamanho desejado, podendo chegar a cinco mil reais.

Lareira de metal

Você pode encontrar em aço naval, inox e até em cobre e latão. Elas trazem isolamento térmico e aquecem pelo menos três vezes mais do que as de alvenaria. Lareiras de metal podem ser instaladas em praticamente qualquer casa.

A instalação demora algumas horas e pode ser feita em qualquer tipo de piso e em qualquer parede. Esses tipos de lareira também podem ser instalados em cantos, dando um charme ao ambiente. Dependendo do tamanho e material, o preço pode chegar a treze mil reais.

Lareira a gás

O modelo é perfeito para casas e apartamentos pré-moldados ou que não permitam modificações na estrutura do piso e das paredes. Essas lareiras usam gás GLP, o mesmo dos botijões de cozinha, e não precisam de chaminés pois não emitem fumaça. As lareiras a gás são ótimas opções para quartos. O preço médio é de cinco mil reais.

Lareira-salamandra

Uma boa opção para quem quer uma lareira em casa, mas tem pouco orçamento. Esse modelo é indicado para ambientes pequenos como quartos e salas de estudo. Lareiras-salamandra podem ser a gás ou a lenha e, em ambas as opções, o consumo de manutenção é baixo.

As salamandras são, na verdade, estufas feitas de ferro fundido. A maioria tem cara de peça de antiquário, o que garante um ar vintage para a sua casa. O preço também pode chegar aos cinco mil reais.

Lareira elétrica

São muitos comuns na Europa e em coberturas à venda em Curitiba, pois emitem calor por meio da eletricidade. Só o que você tem que fazer é ligá-la na tomada. Como não tem fogo, é o modelo mais seguro, especialmente para quem mora com crianças.

A instalação é fácil e a maioria das lareiras elétricas vem com controle remoto, o que facilita a etapa de configuração. O aspecto de fogo é formado a partir de imagens ou lenhas feitas de cerâmica. Dependendo do tamanho, o preço pode ir além de dois mil reais.

E aí, qual desses modelos você vai escolher para te ajudar a enfrentar o inverno de forma mais chique e quente? Antes de ir embora, dê uma olhada em algumas dicas que separamos para você que já se decidiu e quer ter uma lareira em casa.

Dicas para quem quer ter uma lareira em casa

O ideal é que a lareira seja instalada no centro da residência para distribuir o seu calor. Além do cômodo em que ela é colocada, os cômodos que dividem a parede com a lareira e com a saída da chaminé também ficam bem quentinhos quando a lareira é utilizada.

Se a casa for muito grande, vale a pena pensar em colocar uma lareira na sala e outra no quarto principal, criando dois cômodos quentinhos e aconchegantes.

Para evitar incêndios, de forma alguma utilize a lareira sem uma tela de proteção. De acordo com o tipo de lenha que você estiver usando, fagulhas podem surgir a grandes distâncias. E nunca use água ou qualquer outro tipo de líquido para apagar o fogo. O choque térmico poderá danificar a sua lareira.

E na hora de adaptar uma lareira na sua residência, não esqueça de contratar uma empresa de reformas em Curitiba especializada em interiores.

Se você é um felizardo de ter uma no quarto, não se esqueça de deixar um pequeno vão aberto para permitir a oxigenação do local. E, finalmente, lembre-se: não há nada mais agradável do que um bom vinho em boa companhia ao pé do fogo.

Agora sim, o artigo terminou. E essa é a hora de compartilhar o post nas redes sociais.

leonardo-tulli

Empreendedor, Profissional de Marketing e Engenheiro civil apaixonado por Arquitetura. Busca profissionalizar o mercado de pequenas e médias obras no Brasil através de planejamento e gerenciamento.

Write a Reply or Comment